top of page
jornal

Imprensa

Espaço de relacionamento com a mídia e assessorias de comunicação

1° EGASUS: Sociedade e Governo buscam meios para transformar a vida de famílias de MT


O Encontro é resultado do projeto Garimpo Sustentável, que, desde dezembro de 2021 atua no acompanhamento de quem mora nas zonas garimpeiras no Estado, buscando soluções responsáveis para as pessoas e a atividade.



O desejo de transformar a vida de famílias em vulnerabilidade que vivem em zona de garimpo no Estado reunirá especialistas renomados e representantes do garimpo tradicional, Governo e terceiro setor no 1º Encontro Garimpo Sustentável (EGASUS). O evento será realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso, Cuiabá, dias 22 a 24 de março, com sessões magnas e painéis temáticos. Nesse espaço, será possível compartilhar conhecimentos, experiências e visões de futuro, e colaborar para a construção de saídas sustentáveis e legais para o garimpo.


“Esta é uma grande oportunidade para juntos, várias cabeças, pensarmos soluções, porque esta é uma questão que realmente deve preocupar e envolver todos os atores sociais”, diz o gestor geral do projeto Garimpo Sustentável, Josias Silva de Jesus. Segundo ele, as comunidades tradicionais voltadas ao garimpo, apesar de historicamente contribuírem para o desenvolvimento do Estado, compõe as áreas com menores índices econômicos e sociais, contrastando com outras práticas, a exemplo da agricultura e pecuária, realidade que pretendem transformar com o projeto Garimpo Sustentável.


O Encontro (EGASUS) é resultado do projeto Garimpo Sustentável, que, desde dezembro de 2021 atua no acompanhamento de quem mora nas zonas garimpeiras no Estado, buscando soluções responsáveis para as pessoas e a atividade.


A parceria é entre a Central das Organizações do Estado de Mato Grosso (Cordemato), a Companhia Mato-grossense de Mineração (METAMAT) e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico no Estado de Mato Grosso (SEDEC). Com o apoio das Cooperativas de Garimpeiros, Comunidades Garimpeiras Tradicionais, Câmaras de Vereadores e Prefeituras dos municípios de Guiratinga, Tesouro, Poxoréu, Peixoto de Azevedo, Guarantã do Norte, Alta Floresta, Nossa Senhora do Livramento, Alto Paraguai, Nova Bandeirantes e Juína.


O Garimpo Sustentável tem como meta principal a regularização das atividades da pequena e média mineração e de cooperativas do setor mineral, para consequentemente melhorar a qualidade de vida nessas regiões. A ajuda a famílias garimpeiras vai desde a viabilização de instrumentos, meios e novas práxis exploratórias que as permitam trabalhar dentro da lei, sobretudo, nas regiões garimpeiras tradicionais, até o incentivo à mobilização social para aprovar leis que possam melhor regular o setor.


Através desta iniciativa, está sendo feito ainda o resgate histórico da cultura nas comunidades garimpeiras tradicionais, como forma de preservar a sua identidade e seus territórios, fortalecendo também o senso de cidadania.


Inicialmente, foi feito um diagnóstico sócio ambiental – estudo de casos reais, para compreensão da realidade atual. Em seguida, um Documentário audiovisual para reportar essa realidade garimpeira, o qual terá a sua estreia durante o EGASUS.


Para ampliar o debate na sociedade, foi criado o podcast "Garimpo Sustentável", além de informar à população a partir da expertise dos convidados que tratam da questão do garimpo sustentável por diversas perspectivas. Todos os episódios estão disponíveis no canal Estado do Amanhã no YouTube.


Aline Coelho

Assessoria de Comunicação

Comments


bottom of page