top of page
jornal

Imprensa

Espaço de relacionamento com a mídia e assessorias de comunicação

Mato Grosso participa de congresso que discute legalização de pequeno minerador


Estado é o quinto em produção mineral e a prospecção é que fique entre os três maiores do Brasil. A legalização é o primeiro passo para o crescimento.


Levar a experiência e os desafios de Mato Grosso, e debater estas, com empresas, conselhos, e associações de todo país. Esse é o objetivo da participação do gestor do projeto Garimpo Sustentável, Josias da Silva na Expo & Congresso Brasileiro de Mineração (EXPOSIBRAM 2022), nesta semana, em Belo Horizonte.


“Os participantes desse Congresso já estão em outro momento, mais avançado na legalização em que nós queremos chegar em Mato Grosso. Aqui, buscamos compartilhar esses conhecimentos, ouvir e participar das decisões. Pois o nosso intuito é transformar esse “garimpeiro tradicional” em um pequeno minerador, e pra isso precisamos legalizar e ordenar.”, comentou o gestor, Josias da Silva.


O gestor destaca que Mato Grosso hoje é o quinto estado, em produção de minérios, e tem condições de ser maior, a prospecção é que chegue ao segundo lugar, e a legalização é o primeiro passo para o crescimento. E o Marco Regulatório da Mineração no Brasil foi o tema da abertura, tratado pelo Ministro de Minas e Energia Adolfo Sachsida, “e este é o instrumento para o pequeno minerador que mais sofre, à margem da lei”.


EXPOSIBRAM

Considerado um dos mais relevantes eventos de mineração da América Latina, a Expo & Congresso Brasileiro de Mineração é realizada anualmente pelo IBRAM, uma organização privada, sem fins lucrativos, com mais de 120 associados, responsáveis por 85% da produção mineral do Brasil.


Comentarios


bottom of page